O objetivo do 1º Encontro de Comunicadores do Sistema CNT é fortalecer o setor

O transporte move o Brasil – defende a CNT. E não é para menos, afinal o transporte é um dos pilares básicos do desenvolvimento de um País. Como entidade maior do setor em solo nacional, a equipe da Confederação Nacional do Transporte está pensando e trabalhando para oferecer um sistema eficiente e robusto. Até porque, do contrário, ou ele vai estagnar ou ficará preso ano passado. E nesse movimento em direção ao “admirável mundo novo” em que estamos vivemos, ditado por tecnologia e inovação, é preciso atuar em rede. E as discussões acerca dessa atuação conjunta e compartilhada foram a engrenagem do 1º Encontro de Comunicadores do Sistema CNT, realizado na quinta-feira, 30 de maio, na sede da Confederação, em Brasília.

O objetivo do encontro, do qual participaram assessorias de comunicação e de imprensa das várias entidades que integram o Sistema do Transporte – CNT, Sest Senat e ITL, foi justamente falar deste novo momento no mundo, do mercado e, consequentemente, da comunicação, e criar uma rede interna de informação. A representante do Espírito Santo no encontro nacional foi Anna Carolina Passos, assessora de Comunicação da Fetransportes e do Transcares.

“Foi um dia intenso e produtivo, de muitas ideias e cabeça fervilhando… Se o mundo mudou, como a Comunicação não haveria de mudar? Temos novas e inúmeras possibilidades de fazer melhor e diferente pelo setor, e fazer isso de maneira compartilhada é a melhor forma de termos resultados mais eficazes”, comentou ela, lembrando que durante o encontro os comunicadores tiveram a oportunidade de contribuir com a formulação de uma plataforma de compartilhamento de informações, imagens e campanhas para uma articulação nacional em torno da importância do transporte para o desenvolvimento do País e das pessoas.

A programação do evento foi aberta pela assessora de imprensa do Sistema CNT, Helenise Brant, que apresentou a palestra “O Novo Panorama da Mídia e os Desafios da Comunicação em 2019”. Para Helenise, em momentos como os atuais, onde proliferam as fake news, instituindo pós-verdades e criando uma situação pantanosa, as assessorias de imprensa e de comunicação tornam-se cada vez mais importantes. “Não dá para ser amador neste cenário, é preciso buscar novas formas de comunicar que não estão ainda definidas, que precisam ser criadas”, destacou.

A palestra contou, ainda, com a participação de Patrícia Marins, do Grupo In Press, especialista em comunicação institucional e construção reputacional. Completando as ideias de Helenise e iluminando possíveis caminhos, ela lembrou que comunicar ainda é contar boas histórias, buscando conexões, diálogo, ou seja, é muito mais que informar. “Hoje, as pessoas querem comunicar e ter experiências. Querem ser ouvidas. Não querem saber de comunicação protocolar”.

Em seu bate-papo com o grupo, Patrícia reafirmou a importância da curadoria e de um público interno bem informado, como contraponto ao turbilhão de informações, fakes, pós-verdade, etc.
Presidente da CNT, Vander Costa também teve um momento com os profissionais da comunicação e falou sobre a importância de ouvir as bases para desenvolver uma comunicação que tenha velocidade, multiplicidade e transparência, que são objetivos da entidade.

Outros que fizeram um breve relato sobre suas áreas de atuação e serviços oferecidos, sempre destacando a necessidade da divulgação do que é oferecido pelo Sistema, foram o diretor-executivo da CNT, Bruno Batista, a diretoria-executiva Nacional do Sest Senat, Nicole Goulart, o diretor-executivo do ITL, João Victor Mendes de Gomes e Mendonça, e o diretor Institucional da CNT, Valter Souza.

Na parte mais técnica do encontro, os comunicadores, divididos em grupos, colaboraram na proposta de criação da Rede CNT de Comunicação. Além disso, no final, um primeiro design e funcionalidade da plataforma criada por técnicos de informática e jornalistas da CNT foram apresentados e as sugestões feitas serão incorporadas no projeto final.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Fetransportes