Entreposto da Zona Franca de Manaus vai gerar negócios

A Zona Franca de Manaus (ZFM) terá um centro de distribuição capixaba localizado em Cariacica e cuja inauguração foi realizada na manhã de sexta-feira, 2 de março, nas instalações do Terca, empresa de armazenagem vencedora da licitação para receber os produtos da ZFM. O evento reuniu autoridades, dentre elas, o governador Paulo Hartung, e o secretário de Estado de Desenvolvimento, Eduardo Faria de Azevedo, e o prefeito de Cariacica, Juninho, empresários e representantes de entidades produtivas. A expectativa é que a unidade gere 130 vagas de emprego no município com o começo das operações.

O armazém do entreposto conta com 12 mil metros quadrados construídos, estrutura verticalizada e docas elevadas, tendo capacidade para movimentar produtos de diversos segmentos fabricados por mais de 500 indústrias localizadas na ZFM, tanto para armazenamento quanto para distribuição. E facilitará a destinação dos produtos da Zona Franca para os estados do Sudeste, outras regiões do País ou mesmo à exportação.

O governo do Estado aposta nas vantagens e ganhos logísticos que o funcionamento do novo entreposto proporcionará ao mercado empresarial e às populações capixaba e do Amazonas. Ele está a 15 quilômetros do Aeroporto de Vitória e a 24 quilômetros do Complexo Portuário da Grande Vitória, um dos principais pontos de entrada e saída de produtos do País e que permite o transporte por navegação de cabotagem. Também tem facilidades no escoamento rodoviário, pois a região é cortada pela BR 101 e está próxima à BR 262.

Outra vantagem destacada pelo governo é a suspensão do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na saída do produto de Manaus e enquanto este permanecer armazenado em solo capixaba.

“O ICMS só será pago quando os produtos vendidos deixarem o entreposto. Essa postergação do pagamento dará mais fôlego para a produção na Zona Franca de Manaus. Também é importante lembrar que esse ICMS será todo destinado ao estado do Amazonas”, destacou o superintendente do Terca, Sidemar de Lima Acosta.

Secretário de Estado do Desenvolvimento, José Eduardo Faria de Azevedo ressaltou os ganhos para a economia dos dois estados. “A nossa expectativa com o entreposto é positiva, pois essa aproximação do Espírito Santo e do Amazonas vai ampliar a movimentação econômica do setor de logística, gerando impostos e oportunidades de emprego, além de poder atrair empresas para o Estado”.

Fonte: Folha Vitória